top of page

Campanha Defenda-se lança novo vídeo – “Peça Ajuda!”

Material tem foco na promoção da autodefesa de crianças contra a violência sexual e debate a importância de ambientes seguros para meninos e meninas.


Crianças e adolescentes têm o direito a crescer livres de todas as formas da violência, conforme estabelecido no Estatuto da Criança e do Adolescente. O novo vídeo da campanha Defenda-se, “Peça ajuda!”, destaca a importância de ambientes seguros para as infâncias, em que a livre expressão de sentimentos é acolhida, facilita o reconhecimento de situações de violência, e contribui para a construção de estratégias de autodefesa e prevenção.


“Peça ajuda!” é o 15º vídeo lançado pela campanha e aborda a cultura que permeia as relações sociais estabelecidas com crianças, observando a submissão a que elas são condicionadas e o impacto disso na redução das possibilidades de autodefesa de meninos e meninas em uma sociedade em que ser adulto, mais velho e mais forte são parâmetros de respeito, o que dificulta o desenvolvimento de ambientes seguros e livre de todas as formas da violência. A animação apresenta duas mensagens principais:

1.       O direito a crescer em um ambiente livre de violência

A Educação em Direitos Humanos ajuda crianças e adolescentes a reivindicarem os seus direitos, encontrem estratégias não violentas para as resoluções de conflitos. Isso envolve incentivar as crianças a expressarem seus sentimentos, propor soluções para situações conflituosas e reivindica a relevância de sua opinião, que deve ser sempre considerada em suas relações.

2.     A importância da autodefesa e de relações respeitosas com as crianças

O reconhecimento das crianças enquanto sujeito de direitos é estabelecida no contexto legal e normativo. Socialmente, elas  ainda não expressam seu descontentamento ou desconforto e muito menos é permitido impor limites ao que não gostam, mesmo quando alguém se comunica de forma agressiva ou com violência física, o que socialmente não é aceitável entre adultos.

A livre expressão sobre seu desconforto, pode ser motivo de castigo ou represálias as quais elas devem se submeter e aceitar sem questionamentos e que existem sentimentos bons e sentimentos ruins, e sentimentos bonitos ou feios.  

Todo esse cenário gera uma expectativa de que será um sujeito de direitos no futuro, apenas com a chegada da vida adulta.


 Assista já o 15º vídeo da Campanha Defenda-se em: https://defenda-se.com/videos/#pt;

Para os adultos, o vídeo é acompanhado pelo ebook “De olho na cena”, que vai os ajudar a conectar as cenas com as mensagens chave da campanha.




Kommentare


bottom of page